RESULTADOS

1997 – I Festival de Cinema do Recife

Resultado de Júri

CURTA METRAGEM EM 16mm

  1. Melhor Filme: “Criaturas Que Nasciam em Segredo” de Chico Teixeira
  1. Melhor Direção: “Eduardo Nunes” com o filme “Terral”
  1. Melhor Roteiro: Chico Teixeira com o filme “Criaturas Que Nasciam em Segredo”

 

CURTA METRAGEM EM 35mm

  1. Melhor Filme: “Mr. Abrakadabra” de José Araripe Jr.
  1. Melhor Direção: José Roberto Toreto com o filme “A Alma do Negócio”
  1. Melhor Roteiro: José Roberto Torero com o filme “Brevíssima História das Gentes de Santos”

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

1998 – II FESTIVAL DE CINEMA NACIONAL DO RECIFE

15 a 21 de Março de 1998

RESULTADO DO JÚRI de Longa Metragem 21/03/98

TROFÉU PASSISTA PARA LONGA-METRAGEM

 

  1. Melhor Filme: A Ostra e o Vento 
  1. Melhor Direção: Walter Lima Jr. Do Filme: A Ostra e o Vento 
  1. Melhor Fotografia: Pedro Farkas Do Filme: A Ostra e o Vento 
  1. Melhor Ator: Chico Dias Do Filme: Os Matadores 
  1. Melhor Atriz: Aracy Esteves Do Filme: Anahy de las Missoenes 
  1. Melhor Montagem: Sérgio Mekler Do Filme: A Ostra e o Vento 
  1. Melhor Roteiro: Sérgio Silva e Gustavos Fernandez Do Filme: Anahy de las Missoenes 

 

PRÊMIO ESPECIAL DO JÚRI:

 

Fernando Tôrres Do Filme: A Ostra e o Vento

 

PRÊMIO REVELAÇÃO:

 

Luiz Carlos Tourinho – No papel de Sandoval No Filme: For All – O Trampolim da Vitória

 

PRÊMIO CASABLANCA:

 

Título: For All – O Trampolim da Vitória Categoria/nome: Luiz Carlos Lacerda e Buza Ferraz

II FESTIVAL DE CINEMA NACIONAL DO RECIFE

15 a 21 de Março de 1998

RESULTADO DO JÚRI de Curta Metragem 21/03/98

 

CATEGORIA FICÇÃO:

 

  1. Melhor Montagem: Vânia Debs, por CLANDESTINA FELICIDADE 
  1. Melhor Fotografia: Jane Malaquias, por A ÁRVORE DA MISÉRIA e CLANDESTINA FELICIDADE (por unam\nimidade
  1. Melhor Roteiro: Carlos Gregório, por AMAR (RJ) 
  1. Melhor Direção: Carlos Gregório, por AMAR (RJ) 
  1. Melhor Filme: A ÁRVORE DA MISÉRIA, de Marcos Vilar (PB) 

 

CATEGORIA DOCUMENTÁRIO:

 

  1. Melhor Montagem: Mair Tavares, por SIMIÃO MARTINIANO 
  1. Melhor Fotografia: Ricarodo Della Rosa, por RECIFE DE DENTRO PRA FORA (PE), (por unanimidade) 
  1. Melhor Roteiro: Estevão Ciavatta, por NELSON SARGENTO (RJ) 
  1. Melhor Direção: Hilton Lacerda e Clara Angélica, por SIMIÃO MARTINIANO (PE) 
  1. Melhor Filme: RECIFE DE DENTRO PRA FORA, de Kátia Mesel (PE) 

 

CATEGORIA ANIMAÇÃO:

 

  1. Prêmio Especial do Júri: NINÓ, de Flávia Alfinito 
  1. Prêmio para Canção Tema: Elomar Figuera Melo, por CAMPO BRANCO e O ARRAIAL 
  1. Melhor Câmara de Animação: Joaquim Eufrásio, o Babá, por CAMPO BRANCO e CEBOLAS SÃO AZUIS 
  1. Melhor Roteiro: Daniel Schor e Zabelle Côté, por JONAS E LISA 
  1. Melhor Direção: Daniel Schorr (RJ), por RECITAL, (por unanimidade) 
  1. Melhor Filme: O ARRAIAL, de Otto Guerra e Adalgisa Luz (RS) 

 

PRÊMIO DA KODAK:

Para Sérgio Bloch, por BURRO SEM RABO

 

PRÊMIO CASABLANCA:

Para Marcos Vilar, por A ÁRVORE DA MISÉRIA

 

 

 

 

1999 – 3º FESTIVAL DE CINEMA NACIONAL DO RECIFE

 

RESULTADO DO I CONCURSO DE ROTEIROS PARA PROJETOS DE CURTA METRAGEM

  1. Melhor Roteiro: nº 10 – Denominado: “TAPACURÁ” – Pseudônimo: Farrah Fawcet e Lee Majors
  1. Primeira Reserva: nº 33 – Denominado: “SURPRESA NO PORTA-LUVAS” – Pseudônimo: Papa-Figo
  1. Segunda Reserva: nº 11 – Denominado: “AMOR DE MUITO” – Pseudônimo: Léaud Jucá

 

RESULTADO DO JÚRI DE CURTA METRAGEM

ANIMAÇÃO:

  1. Melhor Filme: “O Espantalho” (Alê Abreu) e “Amassa Que Elas Gostam” (Fernando Coster)
  1. Melhor Direção: Fernando Coster – do Filme: “Amassa Que Elas Gostam”
  1. Melhor Roteiro: Altair Barbosa/Verônica Ferreira Dias e Dunia Goitia Salazar – do Filme: “WC” e Marcos Magalhães – do Filme: “Pai Francisco Entrou na Roda”
  1. Melhor Trilha Sonora: Maurício de Bonis – do Filme: “O Desenho Inacabado”
  1. Melhor Montagem: André Cardoso – do Filme: “Retratos e Borboletas”
  1. Prêmio Especial do Júri (Melhor Filme): “O Nordestino e o Toque de sua Lamparina” (ïtalo Maia)

DOCUMENTÁRIO:

  1. Melhor Filme: “Histórias e Amor em 16 Quadros por Segundo” (Fernando Spencer e Amin Steple)
  1. Melhor Direção: Maja Vargas e Patrícia Guimarães – do Filme: “Pombagira”
  1. Melhor Fotografia: Valdir de Pina – Filme: “Palestina do Norte, O Araguaia Passa Por Aqui”
  1. Melhor Roteiro: Paulo Halm – do Filme: “Era Araribóia um Astronáuta?”
  1. Melhor Som: “Histórias de Avá – O Povo Invisível”
  1. Melhor Montagem: Sérgio Sanz e Ana Moreira – do Filme: “Caminho das Onças”
  1. Prêmio Especial do Júri (Melhor Filme): “A Pessoa é para o que Nasce” (Roberto Berliner)

FICÇÃO:

  1. Melhor Filme: “A Hora Vagabunda” (Rafael Conde)
  1. Melhor Direção: Amilcar Claro – do Filme: “Náufrago”
  1. Melhor Fotografia: Kátia Coelho – do Filme: “Kyrie ou o Início do Caos”
  1. Melhor Roteiro: Gustavo Spolidoro – do Filme: “Velinhas”
  1. Melhor Trilha Sonora: O Grivo – do Filme: “Otto, Eu Sou Um Outro”
  1. Melhor Montagem: João Paulo Carvalho – do Filme: “Tempo das Uvas” e “Happy Hours”
  1. Melhor Direção de Arte: Filme: “Novembrada”
  1. Melhor Ator: Cláudio Jaborandi – no Filme: ”Náufrago”
  1. Melhor Atriz: Maura Baiocchi – no Filme: ”Impressões para Clara”
  1. Prêmio Especial do Júri (Melhor Filme): “Não me Condenes antes que me Explique” (Cristina Leal)

RESULTADO DO JÚRI DE LONGA METRAGEM

  1. Melhor Filme: “Nós Que Aqui estamos Por Vós Esperamos” (Marcelo Masagão)
  1. Melhor Direção: Beto Brant – do Filme: “Ação Entre Amigos”
  1. Melhor Fotografia: Marcelo Durst – do Filme: “Ação Entre Amigos”
  1. Melhor Roteiro: Marcelo Masagão – do Filme: “Nós Que Aqui estamos Por Vós Esperamos”
  1. Melhor Som: Hermelino Nader – do Filme: “A Hora Mágica”
  1. Melhor Montagem: Marcelo Masagão – do Filme: “Nós Que Aqui estamos Por Vós Esperamos”
  1. Melhor Ator: Daniel Dantas – no Filme: “ Traição – Diabólica”
  1. Melhor Atriz: Ludmila Dayer – no Filme: “ Traição – Diabólica”
  1. Prêmio Especial do Júri: Melhor Direção: Cláudio Torres – do Filme: “ Traição – Diabólica”
    Melhor Direção de Arte: Luiz Rossi – do Filme: “A Hora Mágica”
    Melhor Trilha Sonora: André Abunjara – do Filme: “Ação Entre Amigos”

VENCEDOR DO FESTIVAL VIRTUAL:

  1. NOME DO FILME: Giga Power Synth
  1. TEMA DO FILME: Sintetizador online
  1. URL DO FILME:http://site.uol.com.br/kekilda/synth/
  1. AUTORES: Keka Marzagão e Arthur Guidi
  1. AUTOR RESPONSÁVEL: Keka Marzagão
  1. ENDEREÇO: Rua Correia Dias, 476, aptº 133B São Paulo-SP – CEP 04.104-001
  1. FONE: (11) 224-7953 (trab) / (11) 5084-2917 (resid)
  1. E-mail: kekilda@uol.com.br

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

2000 – 4º FESTIVAL DE CINEMA DO RECIFE

De 27 de Março a 01 de Abril de 2000

RESULTADO

CURTA METRAGEM

ANIMAÇÃO

  1. Melhor Filme: “DE JANELA PRO CINEMA”
  1. Melhor Direção: QUIÁ RODRIGUES de “DE JANELA PRO CINEMA”
  1. Melhor Roteiro: ALLAN STEBER de “DEUS É PAI”
  1. Melhor Fotografia: CÉSAR ELIAS de “DE JANELA PRO CINEMA”
  1. Melhor Trilha Sonora: “DE JANELA PRO CINEMA”
  1. Melhor Montagem: NEY FERNANDES de “MINHOCA NA CABEÇA”

 

DOCUMENTÁRIO

  1. Melhor Filme: “PASSADOURO”
  1. Melhor Direção: TORQUATO JOEL de “PASSADOURO”
  1. Melhor Roteiro: FLÁVIO FREDERICO de “COPACABANA”
  1. Melhor Fotografia: WALTER CARVALHO de “PASSADOURO”
  1. Melhor Som: RENATO CALAÇO & FERNANDA RAMOS de “COPACABANA”
  1. Melhor Trilha Sonora: “UMA NAÇÃO DE GENTE”
  1. Melhor Montagem: “PASSADOURO”

 

FICÇÃO

  1. Melhor Filme: “E NO MEIO PASSA UM TREM”
  1. Melhor Direção: FERNANDO MEIRELLES & NANDO OLIVAL de “E NO MEIO PASSA UM TREM”
  1. Melhor Roteiro: GERALDO PIOLI de “ALDEIA”
  1. Melhor Fotografia: WALTER CARVALHO de “TEXAS HOTEL”
  1. Melhor Som: LIA CARVALHO & TIDE BORGES de “E NO MEIO PASSA UM TREM”
  1. Melhor Trilha Sonora: “RETRATO NO PARQUE”
  1. Melhor Montagem: COI BELUZZO de “E NO MEIO PASSA UM TREM”
  1. Melhor Ator: THEO VERNEK & BRUNO GIODANO de “E NO MEIO PASSA UM TREM”
  1. Melhor Atriz: HERMYLA GUEDES de “O PEDIDO”

 

  1. Prêmio Especial do Juri ao Filme: “CONCEIÇÃO”
  1. Prêmio Especial do Juri – Preservação da Memória Nacional: “BUBULA, O CARA VERMELHA”

 

LONGA METRAGEM

  1. Melhor Roteiro: “ATRAVÉS DA JANELA”
  1. Melhor Fotografia: “HANS STADEN”
  1. Melhor Som: “NO CORAÇÃO DOS DEUSES”
  1. Melhor Trilha Sonora: “ NO CORAÇÃO DOS DEUSES”
  1. Melhor Montagem: “MILAGRE EM JUAZEIRO”
  1. Melhor Direção de Arte: “HANS STADEN”
  1. Melhor Atriz: LAURA CARDOSO em “ATRAVÉS DA JANELA”
  1. Melhor Ator: ANTÔNIO FAGUNDES em “NO CORAÇÃO DOS DEUSES”
  1. Melhor Diretor: JOÃO BATISTA de “O TRONCO”
  1. Melhor Filme: “ATRAVÉS DA JANELA”

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

2001 – 5º FESTIVAL DE CINEMA DO RECIFE

CURTAS METRAGENS

  1. a) Categoria: Ficção 16mm
  1. Melhor Filme: “Intestino Grosso” (RS)
  1. Melhor Direção: Augusto Canani de “Intestino Grosso” (RS)
  1. Melhor Roteiro: Bráulio Tavares de “Assombrações do Recife Velho” (PE)
  1. Melhor Montagem: Kiko Ferraz de “Intestino Grosso” (RS)
  1. b) Categoria: Documentário 16 mm
  1. Melhor Filme: “A Invenção da Infância” (RS)
  1. Melhor Direção: Liliana Sulzbach de “A invenção da Infância” (RS)
  1. Melhor Roteiro: Liliana Sulzbach de “A invenção da Infância” (RS)
  1. Melhor Montagem: Ângela Pires de “A invenção da Infância” (RS)
  1. c) Categoria: Animação
  1. Melhor Filme: “Almas em Chamas” (SP)
  1. Melhor Direção: Arnaldo Galvão de “Almas em Chamas” (SP)
  1. Melhor Roteiro: Adalgisa Luz de “Cavaleiro Jorge” (RS)
  1. Melhor Som: Sax So Fanny de “Almas em Chamas” (SP)
  1. Melhor Montagem: Gabriel Varella de “Almas em Chamas” (SP)
  1. d) Categoria: Documentário 35 mm
  1. Melhor Filme: “Brennand” (PE)
  1. Melhor Direção: Liz Donovan de “Brennand” (PE)
  1. Melhor Roteiro: Marcos Henrique Lopes de “A Composição do Vazio” (PE)
  1. Melhor Fotografia: Murilo Santos de “São Luis Caleidoscópio” (AL)
  1. Melhor Montagem: Ney Fernandes de “São Luis Caleidoscópio” (AL)
  1. Melhor Som: Nicolas Hallet de “Brennand” (PE)
  1. e) Categoria: Ficção 35 mm
  1. Melhor Filme: “O Velho, O Mar e o Lago” (PE)
  1. Melhor Direção: Camilo Cavalcanti de “O Velho, o Mar e o Lago” (PE) e Philippe Barcinsky de “Palíndromo” (SP)
  1. Melhor Montagem: Mair Tavares de “A Visita” (PE)
  1. Melhor Roteiro: René Sampaio e Denilson Félix de “Sinistro” (DF)
  1. Melhor Fotografia: Mauro Pinheiro Jr. de “O Velho, o Mar e o Lago” (PE)
  1. Melhor Som: Fernanda Ramos de “Palíndromo” (SP)
  1. Melhor Atriz: Larissa Bracher de “Os Filhos de Nélson” (RJ)
  1. Melhor Ator: Cosme Soares de “O Velho, o Mar e o Lago” (PE)
  1. Prêmio Especial do Júri: “Distraída para a Morte” (SP)

 

LONGAS METRAGENS

  1. a) Categoria: Documentário 35 mm
  1. Melhor Filme: “A Vida em Cana” (SP)
  1. Melhor Direção: Woney Atalla de “A Vida em Cana” (SP)
  1. Melhor Roteiro: Joel Zito Araújo de “A Negação do Brasil” (SP)”
  1. Melhor Fotografia: Jacques Cheuiche, Daniel Coutinho, Eduardo Coutinho e Geraldo Pereira em Babilônia 2000” (RJ)
  1. Melhor Som: Ricardo Nunes e Ivanildo da Silva de “Babilônia 2000” (RJ)
  1. Melhor Montagem: Bruno Vergueiro e Woney Atalla de “A Vida em Cana” (SP)
  1. Melhor Trilha Sonora: Chico Buarque de Holanda de “O Sonho de Rose” (RJ)
  1. b) Categoria: Ficção 35 mm
  1. Melhor Trilha-Sonora: “Bicho de Sete Cabeças”, de André Abujanra
  1. Melhor Montagem: Jacopo Quadri e Letizia Gandullo, com “Bicho de Sete Cabeças”
  1. Melhor Som: Romeu Quinto, com “Bicho de Sete Cabeças”
  1. Melhor Fotografia: Lauro Escorel , com “Domésticas“
  1. Melhor Ator Coadjuvante: Gero Camilo, com “Bicho de Sete Cabeças”
  1. Melhor Atriz Coadjuvante: Cássia Kiss, com “Bicho de Sete Cabeças”
  1. Melhor Ator: Rodrigo Santoro e Aleijadinho/ Maurício Gonçalves, com “Bicho de Sete Cabeças”
  1. Melhor Atriz : Trabalho Conjunto, com “Domésticas”
  1. Melhor Roteiro: Luiz Bolognesi, com “Bicho de Sete Cabeças”
  1. Melhor Direção: Lais Bodansk, com “Bicho de Sete Cabeças”
  1. Melhor Filme: Lais Bodansk, com “Bicho de Sete Cabeças”

 

 

 

 

 

 

 

 

 

2002 – 6º FESTIVAL DE CINEMA DO RECIFE

22 a 28 de Abril de 2002

RESULTADO

De acordo com as 2 (duas) comissões julgadoras, os resultados oficiais do 6º Festival de Cinema do Recife foram os seguintes:

CURTA METRAGEM

FICÇÃO 16 mm

  1. Melhor Filme: “Um Sol Alaranjado” (RJ)
  1. Melhor Direção: Eduardo Valente de “Um Sol Alaranjado” (RJ)
  1. Melhor Roteiro: Eduardo Valente de “Um sol Alaranjado” (RJ)
  1. Melhor Fotografia: André Luiz da Cunha de “Dois Filmes em Uma Noite” (RS)

 

ANIMAÇÃO

  1. Melhor Filme: “Patativa” (CE)
  1. Melhor Direção: Os 3Dmentes de “Roda de Samba” (RJ)
  1. Melhor Roteiro: Ítalo Maia, Guirlanda Benevides e Quiá Rodrigues de “Patativa” (CE)
  1. Melhor Montagem: Karen Barros de “Onde Andraá Petrúcio Felker?”

 

DOCUMENTÁRIO

  1. Melhor Filme: “Como se Morre no Cinema” (RJ)
  1. Melhor Direção: Luelane Loiola Corrêa de “Como Se Morre no Cinema” (RJ)
  1. Melhor Roteiro: Edu Felistoque e Nereu Cerdeira de “Zagati” (SP)
  1. Melhor Fotografia: Renato Padovani de “Ismaele e Adalgisa” (RJ)
  1. Melhor Montagem: Ide Lacreta de “Glauces – Estudo de Um Rosto” (SP)

 

FICÇÃO 35 mm

  1. Melhor Filme: “Retrato Pintado” (CE)
  1. Melhor Direção: Marcus Villar de “A Canga” (PB)
  1. Melhor Montagem: Eric Laurence de “O Prisioneiro” (CE)
  1. Melhor Roteiro: Léo Falcão de “Lugar Comum” (PE)
  1. Melhor Fotografia: César Moraes de “Retrato Pintado” (CE)
  1. Melhor Som: Armando Torres Júnior de “O Prisioneiro” (CE)
  1. Melhor Atriz: Yara de Novaes de “Todos os Dias São Iguais” (MG)
  1. Melhor Ator: Cláudio Jaborandy de “O Prisioneiro” (CE)
  1. Melhor Direção de Arte: Ivan Ferraro de “Adeus Praia de Iracema” (CE)
  1. Melhor Trilha Sonora: Assis Medeiros de “O Jardineiro do Tempo” (DF)

LONGA METRAGEM

  1. Prêmio Especial do Público: “Timor Lorosae – O Massacre que o Mundo Não Viu” (RJ) de Lucélia Santos
  1. Pêmio Especial TAM: “Timor Lorosae – O Massacre que o Mundo Não Viu” (RJ) de Lucélia Santos

 

DOCUMENTÁRIO

  1. Melhor Filme: “Onde a Terra Acaba” (RJ)
  1. Melhor Direção: Andrucha Waddington de “Viva São João” (RJ)
  1. Melhor Roteiro: Rosenberg Cariri de “Juazeiro – A Nova Jeruzalém” (CE)
  1. Melhor Fotografia: de “Viva São João” (RJ)
  1. Melhor Som: Denilson Campos de “Onde a Terra Acaba” (RJ)
  1. Melhor Montagem: Isabelle Rathery de “Onde a Terra Acaba” (RJ)
  1. Melhor Trilha Sonora: Gilberto Gil de “Viva São João” (RJ)

 

FICÇÃO

  1. Melhor Filme: “O Invasor” de Beto Brant (SP)
  1. Melhor Direção: Beto Brant de “O Invasor” (SP)
  1. Melhor Roteiro: Tabajaras Ruas, Lígia Walper, Fernando Mares e Rogério Ferrari de “Netto Perde Sua Alma” (RS)
  1. Melhor Fotografia: Toca Seabra de “O Invasor” (SP)
  1. Melhor Som: Mirian Biderman e José Louzeiro de “As Três Marias” (RJ)
  1. Melhor Montagem: Manga Campion de “O Invasor” (SP)
  1. Melhor Trilha sonora: Sabotage e Instituto de “O Invasor” (SP)
  1. Melhor Atriz Coadjuvante: Mariana Ximenes de “O Invasor” (SP)
  1. Melhor Ator Coadjuvante: Sirmar Antunes de “Netto Perde Sua Alma” (RS)
  1. Melhor Atriz: Carolina Casting de “Sonhos Tropicais” (SP)
  1. Melhor Ator: Marco Ricca de “O Invasor” (SP)
  1. Melhor Direção de arte: Adriana Borba de “Netto Perde Sua Alma” (RS)
  1. Especial – Ator Revelação: Paulo Miklos de “O Invasor” (SP)
  1. Especial – Atriz revelação: Fernanda Maiorano de “Histórias do Olhar” (RJ)

 

PRÊMIOS ESPECIAIS

  1. Troféu Guararapes – Melhor Filme do Ano 2001: “Bicho de 7 Cabeças” (SP)

* Votação através do site do 5º Festival de Cinema do Recife

 

  1. Prêmio Gilberto Freyre de Cinema: “Netto Perde Sua Alma” (RS)

 

* O filme concorrente do Festival, que melhor exprimiu a obra de Freyre, sob o ponto de vista da miscigenação racial, conforme opinião da comissão julgadora.

  1. Prêmio Canal Brasil de Aquisição de Curta-Metragem: “Como se Morre no Cinema” (SP)

Prêmio de R$ 5 mil oferecido pelo CANAL BRASIL

 

 

 

2003 – CINE PE – FESTIVAL DO AUDIOVISUAL

PREMIAÇÃO (29.04.03)

CURTA-METRAGEM FICÇÃO (16mm)

  1. Melhor Filme: Miopia (RS)
  1. Melhor Direção: Miopia (RS). Diretor: Muriel Paraboni
  1. Melhor Roteiro: Miopia (RS). Roteiro: Muriel Paraboni
  1. Melhor Fotografia: Miopia (RS). Fotografia: Maurício Borges de Medeiros
  1. Melhor Montagem: Miopia (RS). Montagem: Roberto Schrer/Muriel Paraboni

CURTA-METRAGEM ANIMAÇÃO (35mm)

  1. Melhor Filme: O Lobisomem e o Coronel (DF)
  1. Melhor Direção: A Lasanha Assassina (SP). Direção: Ale Machado
  1. Melhor Roteiro: O Lobisomem e o Coronel (DF). Roteiro: Ítalo Cajueiro
  1. Melhor Montagem: O Limpador de Chaminés (RS). Montagem: Tula Anagnostopoulos

CURTA-METRAGEM DOCUMENTÁRIO (35mm)

  1. Melhor Filme: Rua da Escadinha 162 (CE)
  1. Melhor Direção: Rua da Escadinha 162 (CE). Diretor: Márcio Câmara
  1. Melhor Roteiro: Rua da Escadinha 162 (CE). Roteiro: Márcio Câmara
  1. Melhor Fotografia: Atrocidades Maravilhosas (RJ). Fotografia: Lula Carvalho
  1. Melhor Montagem: Rua da Escadinha 162 (CE). Montagem: Francisco Sérgio Moreira

MOSTRA MULHER

  1. Melhor Filme: No Céu de Iracema (CE)
  1. Melhor Direção: No Céu de Iracema (CE). Direção: Iziane F. Mascarenhas
  1. Melhor Roteiro: No Céu de Iracema (CE). Roteiro: Iziane F. Mascarenhas
  1. Melhor Fotografia: No Céu de Iracema (CE). Fotografia: Antônio Luiz Mendes
  1. Melhor Montagem: Furos no Sofá (RS). Montagem: Jordana Berg

 

O JÚRI

Ana Cristina Costa (DF) – Jornalista e documentarista. Foi vencedora em festivais com o documentário Metamorfose.

 

Guirlanda Benevides (CE) – Produtora. Além de participar de produções de curtas-metragens, possui uma experiência vitoriosa na realização de filmes de animação.

 

Isabela Cribari (PE) – Diretora do Instituto de Cultura da Fundaj e produtora de cinema e vídeo.

 

Kátia Maciel (PE) – Jornalista, diretora e roteirista. Exerce atualmente a função de professora de Comunicação da Universo Recife.

 

Mariângela Valença (PE) – Produtora cultural. Possui diversos trabalhos no campo das artes cênicas e da dança.

CINE PE – FESTIVAL DO AUDIOVISUAL 2003

PREMIAÇÃO (30.04.03)

CURTA-METRAGEM FICÇÃO (35 mm)

  1. Melhor Filme: Dona Cristina Perdeu a Memória (RS)
  1. Melhor Direção: Dona Cristina Perdeu a Memória (RS) Diretora: Ana Luiza Azevedo
  1. Melhor Roteiro: O Resto é Silêncio (RJ). Roteirista: Paulo Halm
  1. Melhor Fotografia: Tempo de Ira (RJ). Fotografia: Paulo Jacinto dos Reis
  1. Melhor Som: A Menina do Algodão (PE). Som: Daniel Bandeira e Kleber Mendonça Filho
  1. Melhor Montagem: Um Trailer Americano (DF). Montador: Luis Piu
  1. Melhor Ator: O Resto é Silêncio (RJ). Ator: Valdo Ribeiro da Nóbrega
  1. Melhor Atriz: Tempo de Ira (RJ). Atriz: Marcélia Cartaxo
  1. Melhor Figurino: Águas de Romanza (CE)

 

  1. -Prêmio da Crítica: O Resto é Silêncio (RJ)
  1. -Prêmio Canal Brasil: O Resto é Silencio (RJ) e Ofusca (SP)
  1. -Prêmio Associação Brasileira de Documentaristas: Dona Cristina Perdeu a Memória (RS)
  1. -Prêmio Júri Popular: O Lobisomem e o Coronel (DF)
  1. -Troféu Batalha dos Guararapes Melhor Filme 2002: Cidade de Deus

O JÚRI (Curta-Metragem Ficção 35mm)

Adelina Pontual (PE) – Cineasta. Seu último trabalho em curta-metragem foi O Pedido.

 

Julia Nogueira (MG) – Jornalista. Trem trabalhado com intensidade na cobertura jornalística de diversos festivais.

 

Karen Akerman (RJ) – Diretora e roteirista. No momento, finaliza um longa em documentário sobre a vida de Lia de Itamaracá.

 

Maira Jucá (RJ) – Jornalista, produtora e diretora de vídeos e cinema. Está finalizando um longa-metragem em documentário sobre o Carnaval de Olinda.

 

Maria Abdala (GO) – Produtora de cinema e realizadora da Mostra de Curtas de Goiânia.

LONGA-METRAGEM (FICÇÃO)

  1. Melhor Filme: Narradores de Javé (RJ)
  1. Melhor Direção: Narradores de Javé (RJ). Diretora: Eliane Caffé
  1. Melhor Roteiro: Durval Discos (SP). Roteirista: Ana Muyelart
  1. Melhor Som: Narradores de Javé (RJ). Editora de Som: Miriam Bider
  1. Melhor Fotografia: Dois Perdidos Numa Noite Suja (RJ). Fotografia: Nonato Estrela
  1. Melhor Montagem: Narradores de Javé (RJ). Montador: Daniel Resende
  1. Melhor Trilha Sonora: Lua Cambará-Nas Escadarias do Palácio (CE). Trilha: Maestro Guilherme Vaz
  1. Melhor Direção de Arte: Durval Discos (SP)
  1. Melhor Figurino: Dois Perdidos Numa Noite Suja (RJ).
  1. Melhor Ator: José Dumont em Narradores de Javé (RJ)
  1. Melhor Atriz: Etty Fraser em Durval Discos
  1. Melhor Ator Coadjuvante: Gero Camilo em Narradores de Javé (RJ)
  1. Melhor Atriz Coadjuvante: Luci Pereira em Narradores de Javé (RJ)

 

  1. -Prêmio Especial do Júri (ator revelação): Fábio Nassar em Celeste e Estrela (DF)
  1. -Prêmio Gilberto Freire Casa Grande & Senzala: Narradores de Javé (RJ)
  1. -Prêmio da Crítica: Narradores de Javé (RJ)
  1. -Prêmio Júri Popular: Celeste e Estrela

O JÚRI (Longa-Metragem Ficção)

Angelisa Stein (RS) – Assessora da Ancine e produtora de cinema.

 

Cláudia Alencar (RJ) – Atriz de teatro, cinema e TV. Seu mais recente trabalho cinematográfico foi o longa paraibano Por Trinta Dinheiros.

 

Irene Ferraz (RJ) – Educadora de audiovisual. É a diretora da Escola de Audiovisual Darcy Ribeiro.

 

Isa Albuquerque (MA) – Jornalista, diretora e roteirista. Seu último trabalho foi o longa Histórias do Olhar.

 

Vânia Perazzo (PB) – Diretora. Está finalizando o longa Por Trinta Dinheiros.

 

Van Fresnot (SP) – Produtora de São Paulo.

 

 

 

 

2004 – CINE PE – FESTIVAL DO AUDIOVISUAL

RESULTADO DA PREMIAÇÃO

CURTAS-METRAGENS

Ficção 16mm

  1. Melhor Filme: “Nada a Declarar” (RJ)
  1. Melhor Direção: “Cheque de Terceiro” (SP)-Thiago Villas Boas
  1. Melhor Roteiro: “Cheque de Terceiro” (SP)-Thiago Villas Boas
  1. Melhor Fotografia: “Cheque de Terceiro” (SP)-André Luiz de Castro
  1. Melhor Montagem: “Que Fazer?” (SP)- André Franciole

 

Animação

  1. Melhor Filme: “O Curupira” (RJ)
  1. Melhor Direção: “O Curupira” (RJ)-Humberto Avelar
  1. Melhor Roteiro: “A Moça que Dançou Depois de Morta” (DF)-J. Borges
  1. Melhor Trilha Sonora Original: “Portinholas” (ES)-Trilha da Banda de Congo Mirim da Ilha/Academia de Ensino

 

Documentário 35mm

  1. Melhor Filme: “Batuque na Cozinha” (RJ)
  1. Melhor Direção: “Batuque na Cozinha” (RJ)-Anna Azevedo
  1. Melhor Roteiro: “Batuque na Cozinha” (RJ)-Anna Azevedo e Alexandre Medeiros
  1. Melhor Fotografia: “Batuque na Cozinha” (RJ)-Batman Zavareze
  1. Melhor Montagem: “Batuque na Cozinha” (RJ)-Flávio Zettel e Isabel Monteiro de Castro

 

Ficção 35mm

  1. Melhor Filme: “Bala Perdida” (RJ)
  1. Melhor Direção: “Bala Perdida” (RJ)-Victor Lopes
  1. Melhor Roteiro: “Truques, Xaropes e Outros Artigos de Confiança” (SP)-Eduardo Goldenstein
  1. Melhor Ator: “Truques, Xaropes e Outros Artigos de Confiança” (SP)-Augusto Madeira e Cláudio Mendes
  1. Melhor Atriz: “Infinitamente Maio” (PR)-Jeruza Franco
  1. Melhor Fotografia: “Transubstancial” (PB)-Mauro Pinheiro Jr./ABC
  1. Melhor Montagem: “Seu Pai Já Disse que Isso não é Brinquedo” (SP)-João Landi Guimarães
  1. Melhor Som: “Bala Perdida” (RJ)-Ivan Cappeler e Leandro Lima
  1. Melhor Trilha Sonora: “TheLastNote.com” (PE)-DJ Dolores
  1. Melhor Direção de Arte: “A História da Eternidade” (PE)-Renata Pinheiro

 

Prêmio BNB:

“Bala Perdida” de Victor Lopes (RJ)

 

Prêmio da Crítica:

“Seu Pai Já Disse Que Isso Não É Brinquedo” De Kiko Mollica

 

LONGAS-METRAGENS

  1. Melhor Filme: “O Outro Lado da Rua” (RJ)
  1. Melhor Direção: “Contra Todos” (SP)-Roberto Moreira
  1. Melhor Direção de Arte: “Contra Todos” (SP)-Marjorie Gueller
  1. Melhor Roteiro: “Como Fazer um Filme de Amor” – José Roberto Torero e Luiz Moura
  1. Melhor Ator: Giulio Lopes (“Contra Todos” – SP)
  1. Melhor Atriz: Fernanda Montenegro (“O Outro Lado da Rua” – RJ)
  1. Melhor Ator Coadjuvante: Francisco Carvalho (“Espelho d’Água-Uma Viagem no Rio São Francisco” – RJ)
  1. Melhor Atriz Coadjuvante: Regina Dourado (“Espelho d’Água-Uma Viagem no Rio São Francisco” – RJ)
  1. Melhor Fotografia: “O Outro Lado da Rua” (RJ)-Toca Seabra
  1. Melhor Montagem: “Viva Voz” (SP)-Paulo Morelli
  1. Melhor Som: “Contra Todos” (SP)-João Godoy
  1. Melhor Trilha Sonora: “Garrincha-Estrela Solitária” (MG)-Léo Gandelman

 

Prêmio Especial do Júri: 

Pela intensa poesia humana refletindo a realidade social brasileira – “Mensageiras da Luz-Parteiras da Amazônia”

 

Prêmio Gilberto Freyre: 

Por expressar a valorização nacional – “Garrincha-Estrela Solitária” – (MG)

 

Prêmio da Crítica:

“Contra Todos” de Roberto Moreira

 

Prêmio BNB: 

“O Outro Lado da Rua” de Marcos Bernstein (RJ)

 

 

 

 

2005 – CINE PE – FESTIVAL DO AUDIOVISUAL

RESULTADO FINAL

VÍDEOS PERNAMBUCANOS

  1. Melhor Vídeo Digital: “Mais um Domingo”/Daniel Barros
  1. Melhor Diretor: “Cinema Sozinho”/Maurício Targino
  1. Melhor Roteiro: “Doces Apegos”/Eduardo Duarte
  1. Melhor Montagem: “Homine”/Daniel Bandeira
  1. Prêmio Especial do Juri: “Tropeiros”/Artur santos
  1. Melhor Vídeo Júri Popular: “A Música Armorial: Do Experimental à Fase Arraial”/Ana Paula Campos
  1. Prêmio ABD/Melhor Vídeo: “Doces Apegos”/Eduardo Duarte

 

CURTAS METRAGENS

 

a) Curtas 16 mm

 

  1. Melhor Filme: “Quando Jorge foi à Guerra”/Tadao Miaqui (PR)
  1. Melhor Direção: “O Cão Sedento”/ Bruno de Salles (PB)
  1. Melhor Roteiro: “Quando Jorge foi à Guerra”/ Tadao Miaqui (PR)
  1. Melhor Fotografia: “Alma” / João Carlos Beltrão (PB)
  1. Melhor Montagem: “O Cão Sedento” / Daniel Monguilhott (PB)
  1. Melhor Curta 16mm Júri Popular: “O Homem da Mata” / Antonio Carrilho (PE)
  1. Prêmio ABD/Melhor Curta 16 mm: “Alma” / André Morais (PB)

 

b) Curtas 35 mm

 

  1. Melhor Filme Curta Metragem: “Fuloresta do Samba” / Marcelo Pinheiro (PE)
  1. Melhor Filme Documentário: “Visita Íntima” / Joana Nin (PR)
  1. Melhor Filme Animação: “O Vento” / Sávio Leite (MG)
  1. Melhor Filme Ficção: “Entre Paredes” / Eric Laurence (PE)
  1. Melhor Direção: “Fuloresta do Samba” / Marcelo Pinheiro (PE)
  1. Melhor Atriz: “A Hora do Galo” / Aracy Cardoso (RJ)
  1. Melhor Ator: “ Entre Paredes” / Servilio de Holanda (PE)
  1. Melhor Roteiro: “Cinco Naipes” / Fabiano de Souza (RS)
  1. Melhor Direção de Arte: “Cinco Naipes” / Adriana Borba (RS)
  1. Melhor Fotografia: “Entre Paredes” / Juarez Pavelack (PE)
  1. Melhor Montagem: “Fuloresta do Samba” / Júlio Souto (PE)
  1. Melhor Trilha Sonora: “O Último Raio de Sol” / André Moraes e Andréas Kisser (DF)
  1. Melhor Edição de Som: “Vinil Verde” / Kléber Mendonça Filho (PE)
  1. Prêmio Especial da Crítica: “Vinil Verde” / Kléber Mendonça Filho (PE)
  1. Prêmio Especial do Júri: “Da Janela do Meu Quarto” / Cao Guimarães (MG)
  1. Melhor Curta 35mm Júri Popular: “O Mundo é uma Cabeça” / Cláudio Barroso e Bidu Queiroz

 

Prêmios de Instituições Parceiras/Curtas Metragens

Prêmio Aquisição Canal Brasil: “O Mundo é uma Cabeça”/Cláudio Barroso e Bidu Queiroz (PE) e “Visita Íntima” / Joana Nin (PR). Prêmio em dinheiro no valor de R$ 5.000,00 para cada filme
Prêmio ABD/Melhor Curta 35 mm: “Vinil Verde”/Kléber Mendonça Filho (PE) e “Cada um com Seus Problemas”/Sandra Kraucher & Eduardo Ramos (CE)
Prêmio Banco do Nordeste do Brasil (BNB): Melhor Curta Metragem “Fuloresta do Samba”/Marcelo Pinheiro (PE) . Prêmio em dinheiro no valor de R$ 5.000,00
Prêmio da Quanta: Melhor Curta Metragem “Fuloresta do Samba”/Marcelo Pinheiro (PE). Prêmio em serviços no valor de R$ 3.000,00
Prêmio Josué de castro: “A Velha e o Mar” / Petrus Cariri (CE)

 

LONGAS METRAGENS

  1. Melhor Filme: “Do Luto à Luta” / Evaldo Mocarzel (SP)
  1. Melhor Filme Documentário: “Do Luto à Luta” / Evaldo Mocarzel (SP)
  1. Melhor Filme Ficção: “Bens Confiscados” / Carlos Reichembach (SP)
  1. Melhor Direção: “Do Luto à Luta” / Evaldo Mocarzel (SP)
  1. Melhor Roteiro: “Soy Cuba: O Mamute Siberiano” / Vicente Ferraz e Luciano Castilho (RJ)
  1. Melhor Fotografia: “Do Luto à Luta” / Carlos Ebert (SP)
  1. Melhor Som: “Aboio” / Bruno do Cavaco e o Grivo (MG)
  1. Melhor Montagem: “Do Luto à Luta” / Marcelo Moraes (SP)
  1. Melhor Trilha Sonora: “Aboio” / Cordel do Fogo Encantado, Naná Vasconcelos e Grivo (MG)
  1. Melhor Direção de Arte: “O Cerro do Jarau” / Eduardo Antunes (RS)
  1. Melhor Atriz Coadjuvante: “No Meio da Rua” / Maria Mariana Momenrat (RJ)
  1. Melhor Ator Coadjuvante: “O Cerro do Jarau” / Miguel Ramos (RS)
  1. Melhor Atriz: “O Cerro do Jarau” / Lu Adams (RS)
  1. Melhor Ator: “No Meio da Rua” / Guilherme Vieira e Cleslay Delfino (RJ)
  1. Prêmio Especial da Crítica: “Do Luto à Luta” / Evaldo Mocarzel (SP)
  1. Melhor Longa Metragem Júri Popular: “Do Luto à Luta” / Evaldo Mocarzel (SP)

Troféu Gilberto Freire: “No Meio da Rua”, de Antonio Carlos da Fontoura (RJ)

 

Prêmios de Instituições Parceiras/Longas Metragens

 

Prêmio Banco do Nordeste do Brasil (BNB) :Melhor Longa Metragem “Do Luto à Luta” / Evaldo Mocarzel (SP) . Prêmio em dinheiro no valor de R$ 10.000,00

 

Prêmio da Quanta : Melhor Longa Metragem “Do Luto à Luta” / Evaldo Mocarzel (SP).Prêmio em serviços no valor de R$ 6.000,00

 

 

 

2006 – CINE PE – FESTIVAL DO AUDIOVISUAL

RESULTADO

VÍDEO DIGITAL NORDESTINO

  1. Prêmio Melhor Montagem: Guenzo/PE (Animação/Direção: Renata Pinheiro)
  1. Prêmio Melhor Roteiro: Céus!/PE (Animação/Direção: André Pinto)
  1. Prêmio Melhor Diretor: Arquitetos do Mar/BA (Documentário/Direção: Marcelo Abreu Góis)
  1. Prêmio Melhor Vídeo Digital Nordestino: O Menino e a Bagaceira/PB (Documentário/Direção: Lúcio Vilar)

Prêmio ABD-Divisão Pernambuco (representado pela presidente Kátia Mesel):

 

  1. Melhor curta-metragem: O Som da Luz do Trovão-RJ(Documentário/Diretores: Petrônio Lorena e Tiago Scorza)
  1. Melhor vídeo digital nordestino: Arquitetos do Mar-BA (Documentário/Diretor: Marcelo Abreu Góis)

* Premiação escolhida através de júri próprio.

O Melhor Vídeo Digital Nordestino recebe ainda:

 

  1. Prêmio especial em serviços da Link Digital (representada pela Sra. Denise Miller): transfer de até 15 minutos do vídeo p película- O Menino e a Bagaceira/PB (Documentário/Direção: Lúcio Vilar)
  1. Prêmio Quanta (representada pelo Ser. Roberto Santos): R$ 3 mil em serviços – O Menino e a Bagaceira/PB (Documentário/Direção: Lúcio Vilar)

 

 

  1. Prêmio Melhor Vídeo Digital Nordestino de acordo com o júri popular: Somos Somos/PE (Animação/Direção: André Pyrrho e Paulo Filho)
  1. Prêmio Melhor Vídeo Digital Nordestino de acordo com a crítica: O Menino e a Bagaceira/PB (Documentário/Direção: Lúcio Vilar)
  1. Prêmio Especial Melhor Vídeo Digital Nordestino de acordo com o júri oficial: O Fim do Homem Cordial/BA (Direção: Daniel Lisboa)

 

CURTA-METRAGEM

 

  1. Prêmio Melhor Direção de Arte: Rapsódia para um Homem Comum/PE (Diretores de arte: Silvia Macedo e Paulo Pantoja)
  1. Prêmio Melhor Trilha Sonora: Alô Tocayo/RJ (Documentário/Trilha assinada por Pedro Luis e Sidom Silva)
  1. Prêmio Melhor Edição de Som: Historietas Assombradas/SP (Animação/Edição de som assinada por Ricardo Reis)
  1. Prêmio Melhor Montagem: Deu no Jornal/DF (Animação/Direção e Montagem assinadas por Yanko Del Pino)
  1. Prêmio Melhor Fotografia: Dos Restos e das Solidões/CE (Documentário/Fotografia assinada por Ivo Lopes Araújo)
  1. Prêmio Melhor Roteiro: Alô Tocayo/RJ (Documentário/Roteiro assinado por Renato Martins e Lula Carvalho)
  1. Prêmio Melhor Ator: Luis Miranda, pelo filme O Amor do Palhaço/CE/Ficção com direção assinada por Armando Praça
  1. Prêmio Melhor Atriz: Magdale Alves, pelo filme Eletrodoméstica/PE/Ficção com direção assinada por Kleber Mendonça Filho
  1. Prêmio Melhor Diretor: Gustavo Spolidoro, pelo filme Início do Fim/RS/Ficção
  1. Prêmio Melhor Curta-Metragem: Deu no Jornal/DF (Animação/Direção: Yanko Del Pino)

 

O Melhor Curta-Metragem vai receber ainda:

 

  1. Prêmio especial em serviços da Link Digital (representada pela Sra. Denise Miller): transfer de até 4 horas- Deu no Jornal/DF (Animação/Direção: Yanko Del Pino)
  1. Prêmio Quanta: R$ 4 mil em serviços- Deu no Jornal/DF (Animação/Direção: Yanko Del Pino)
  1. Prêmio Labocine (representada por Silvia Rabelo): R$ 5 mil- Deu no Jornal/DF (Animação/Direção: Yanko Del Pino)
  1. Prêmio Canal Brasil (representado por Carlos Wanderley): exibição na programação da emissora- Deu no Jornal/DF (Animação/Direção: Yanko Del Pino) e O Amor do Palhaço/CE/Ficção com direção assinada por Armando Praça.
  1. Prêmio Kodak (representada por Gilberto Correa): 04 latas de negativos- Deu no Jornal/DF (Animação/Direção: Yanko Del Pino)
  1. Prêmio CTAV (representado por José Araripe): 01 cópia em 35mm- Deu no Jornal/DF (Animação/Direção: Yanko Del Pino)
  1. Prêmio BNB (representado por Marcelo Guimarães) para o Melhor Curta-Metragem de Produtora do Nordeste: R$ 5 mil- Eletrodoméstica/PE/Ficção/Direção: Kleber Mendonça Filho

 

 

  1. Prêmio Melhor Curta-Metragem de acordo com o júri popular – Eletrodoméstica/ PE /Ficção/ Direção: Kleber Mendonça Filho
  1. Prêmio Melhor Curta-Metragem de acordo com a crítica- Eletrodoméstica/ PE/ Ficção/ Direção: Kleber Mendonça Filho
  1. Prêmio Especial Melhor Curta-Metragem de acordo com o júri oficial: O Som da Luz do Trovão /RJ (Documentário/ Diretores: Petrônio Lorena e Tiago Scorza)

 

LONGAS-METRAGENS

 

  1. Prêmio Melhor Direção de Arte: Mônica Palazzo e Vinícios Andrade pelo filme Veias e Vinhos/SP/Ficção-Direção: João Batista de Andrade
  1. Prêmio Melhor Trilha Sonora: Flu, Matheus Júpiter Maçã e Rita Lee pelo filme Wood & Stock: Sexo, Orégano e Rock N’Roll/RS/Animação/Direção: Otto Guerra.
  1. Prêmio Melhor Edição de Som: Miriam Bidermand e Ricardo Reis pelo filme Veias e Vinhos/SP/Ficção-Direção: João Batista de Andrade
  1. Prêmio Melhor Montagem: Vânia Debs pelo filme Árido Movie/RJ/Ficção/Direção: Lírio Ferreira
  1. Prêmio Melhor Fotografia: Murillo Sales pelo filme Árido Movie/RJ/Ficção/Direção: Lírio Ferreira
  1. Prêmio Melhor Roteiro: Rosa Nepomuceno e Luis Alberto Pereira pelo filme Tapete Vermelho/SP/Ficção/Direção: Luiz Alberto Pereira.
  1. Prêmio Melhor Ator Coadjuvante: Selton Mello pelo filme Árido Movie/RJ/Ficção/Direção: Lírio Ferreira
  1. Prêmio Melhor Atriz Coadjuvante: Rita Lee pelo filme Wood & Stock: Sexo, Orégano e Rock N’Roll/RS/Animação/Direção: Otto Guerra.
  1. Prêmio Melhor Ator: Matheus Nachtergaele pelo filme Tapete Vermelho/SP/Ficção/Direção: Luiz Alberto Pereira.
  1. Prêmio Melhor Atriz: Gorete Milagres pelo filme Tapete Vermelho/SP/Ficção/Direção: Luiz Alberto Pereira.
  1. Prêmio Melhor Diretor: Lírio Ferreira pelo filme Árido Movie/RJ/Ficção
  1. Prêmio Melhor Longa-Metragem: Árido Movie/RJ/Ficção/Direção: Lírio Ferreira

 

O Melhor Longa-Metragem vai receber ainda: 

 

  1. Prêmio Quanta (representada pela Sra. Edna Fuji): R$ 8 mil em serviços- Árido Movie/ RJ/ Ficção/ Direção: Lírio Ferreira.
  1. Prêmio BNB (representado pelo Sr. Marcelo Guimarães): R$ 10 mil- Árido Movie/ RJ/ Ficção/ Direção: Lírio Ferreira

 

  1. Prêmio Especial do Júri: para os filmes Pro dia Nascer Feliz/RJ/Documentário/Direção: João Jardim e Wood & Stock: Sexo, Orégano e Rock N’Roll/RS/Animação/Direção: Otto Guerra.
  1. Prêmio Especial da Crítica: Árido Movie/RJ/Ficção/Direção: Lírio Ferreira
  1. Prêmio do Júri Popular: Orange de Itamaracá/PE/Documentário/Direção: Franklin Júnior e Márcio Câmara.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

2007 – CINE PE – FESTIVAL DO AUDIOVISUAL

RESULTADO

VÍDEO DIGITAL NORDESTINO

  1. Prêmio Melhor Montagem: Guenzo/PE (Animação/Direção: Renata Pinheiro)
  1. Prêmio Melhor Roteiro: Céus!/PE (Animação/Direção: André Pinto)
  1. Prêmio Melhor Diretor: Arquitetos do Mar/BA (Documentário/Direção: Marcelo Abreu Góis)
  1. Prêmio Melhor Vídeo Digital Nordestino: O Menino e a Bagaceira/PB (Documentário/Direção: Lúcio Vilar)

Prêmio ABD-Divisão Pernambuco (representado pela presidente Kátia Mesel):

 

  1. Melhor curta-metragem: O Som da Luz do Trovão-RJ(Documentário/Diretores: Petrônio Lorena e Tiago Scorza)
  1. Melhor vídeo digital nordestino: Arquitetos do Mar-BA (Documentário/Diretor: Marcelo Abreu Góis)

* Premiação escolhida através de júri próprio.

O Melhor Vídeo Digital Nordestino recebe ainda:

 

  1. Prêmio especial em serviços da Link Digital (representada pela Sra. Denise Miller): transfer de até 15 minutos do vídeo p película- O Menino e a Bagaceira/PB (Documentário/Direção: Lúcio Vilar)
  1. Prêmio Quanta (representada pelo Ser. Roberto Santos): R$ 3 mil em serviços – O Menino e a Bagaceira/PB (Documentário/Direção: Lúcio Vilar)

 

 

  1. Prêmio Melhor Vídeo Digital Nordestino de acordo com o júri popular: Somos Somos/PE (Animação/Direção: André Pyrrho e Paulo Filho)
  1. Prêmio Melhor Vídeo Digital Nordestino de acordo com a crítica: O Menino e a Bagaceira/PB (Documentário/Direção: Lúcio Vilar)
  1. Prêmio Especial Melhor Vídeo Digital Nordestino de acordo com o júri oficial: O Fim do Homem Cordial/BA (Direção: Daniel Lisboa)

 

CURTA-METRAGEM

 

  1. Prêmio Melhor Direção de Arte: Rapsódia para um Homem Comum/PE (Diretores de arte: Silvia Macedo e Paulo Pantoja)
  1. Prêmio Melhor Trilha Sonora: Alô Tocayo/RJ (Documentário/Trilha assinada por Pedro Luis e Sidom Silva)
  1. Prêmio Melhor Edição de Som: Historietas Assombradas/SP (Animação/Edição de som assinada por Ricardo Reis)
  1. Prêmio Melhor Montagem: Deu no Jornal/DF (Animação/Direção e Montagem assinadas por Yanko Del Pino)
  1. Prêmio Melhor Fotografia: Dos Restos e das Solidões/CE (Documentário/Fotografia assinada por Ivo Lopes Araújo)
  1. Prêmio Melhor Roteiro: Alô Tocayo/RJ (Documentário/Roteiro assinado por Renato Martins e Lula Carvalho)
  1. Prêmio Melhor Ator: Luis Miranda, pelo filme O Amor do Palhaço/CE/Ficção com direção assinada por Armando Praça
  1. Prêmio Melhor Atriz: Magdale Alves, pelo filme Eletrodoméstica/PE/Ficção com direção assinada por Kleber Mendonça Filho
  1. Prêmio Melhor Diretor: Gustavo Spolidoro, pelo filme Início do Fim/RS/Ficção
  1. Prêmio Melhor Curta-Metragem: Deu no Jornal/DF (Animação/Direção: Yanko Del Pino)

 

O Melhor Curta-Metragem vai receber ainda:

 

  1. Prêmio especial em serviços da Link Digital (representada pela Sra. Denise Miller): transfer de até 4 horas- Deu no Jornal/DF (Animação/Direção: Yanko Del Pino)
  1. Prêmio Quanta: R$ 4 mil em serviços- Deu no Jornal/DF (Animação/Direção: Yanko Del Pino)
  1. Prêmio Labocine (representada por Silvia Rabelo): R$ 5 mil- Deu no Jornal/DF (Animação/Direção: Yanko Del Pino)
  1. Prêmio Canal Brasil (representado por Carlos Wanderley): exibição na programação da emissora- Deu no Jornal/DF (Animação/Direção: Yanko Del Pino) e O Amor do Palhaço/CE/Ficção com direção assinada por Armando Praça.
  1. Prêmio Kodak (representada por Gilberto Correa): 04 latas de negativos- Deu no Jornal/DF (Animação/Direção: Yanko Del Pino)
  1. Prêmio CTAV (representado por José Araripe): 01 cópia em 35mm- Deu no Jornal/DF (Animação/Direção: Yanko Del Pino)
  1. Prêmio BNB (representado por Marcelo Guimarães) para o Melhor Curta-Metragem de Produtora do Nordeste: R$ 5 mil- Eletrodoméstica/PE/Ficção/Direção: Kleber Mendonça Filho

 

 

  1. Prêmio Melhor Curta-Metragem de acordo com o júri popular – Eletrodoméstica/ PE /Ficção/ Direção: Kleber Mendonça Filho
  1. Prêmio Melhor Curta-Metragem de acordo com a crítica- Eletrodoméstica/ PE/ Ficção/ Direção: Kleber Mendonça Filho
  1. Prêmio Especial Melhor Curta-Metragem de acordo com o júri oficial: O Som da Luz do Trovão /RJ (Documentário/ Diretores: Petrônio Lorena e Tiago Scorza)

 

LONGAS-METRAGENS

 

  1. Prêmio Melhor Direção de Arte: Mônica Palazzo e Vinícios Andrade pelo filme Veias e Vinhos/SP/Ficção-Direção: João Batista de Andrade
  1. Prêmio Melhor Trilha Sonora: Flu, Matheus Júpiter Maçã e Rita Lee pelo filme Wood & Stock: Sexo, Orégano e Rock N’Roll/RS/Animação/Direção: Otto Guerra.
  1. Prêmio Melhor Edição de Som: Miriam Bidermand e Ricardo Reis pelo filme Veias e Vinhos/SP/Ficção-Direção: João Batista de Andrade
  1. Prêmio Melhor Montagem: Vânia Debs pelo filme Árido Movie/RJ/Ficção/Direção: Lírio Ferreira
  1. Prêmio Melhor Fotografia: Murillo Sales pelo filme Árido Movie/RJ/Ficção/Direção: Lírio Ferreira
  1. Prêmio Melhor Roteiro: Rosa Nepomuceno e Luis Alberto Pereira pelo filme Tapete Vermelho/SP/Ficção/Direção: Luiz Alberto Pereira.
  1. Prêmio Melhor Ator Coadjuvante: Selton Mello pelo filme Árido Movie/RJ/Ficção/Direção: Lírio Ferreira
  1. Prêmio Melhor Atriz Coadjuvante: Rita Lee pelo filme Wood & Stock: Sexo, Orégano e Rock N’Roll/RS/Animação/Direção: Otto Guerra.
  1. Prêmio Melhor Ator: Matheus Nachtergaele pelo filme Tapete Vermelho/SP/Ficção/Direção: Luiz Alberto Pereira.
  1. Prêmio Melhor Atriz: Gorete Milagres pelo filme Tapete Vermelho/SP/Ficção/Direção: Luiz Alberto Pereira.
  1. Prêmio Melhor Diretor: Lírio Ferreira pelo filme Árido Movie/RJ/Ficção
  1. Prêmio Melhor Longa-Metragem: Árido Movie/RJ/Ficção/Direção: Lírio Ferreira

 

O Melhor Longa-Metragem vai receber ainda: 

 

  1. Prêmio Quanta (representada pela Sra. Edna Fuji): R$ 8 mil em serviços- Árido Movie/ RJ/ Ficção/ Direção: Lírio Ferreira.
  1. Prêmio BNB (representado pelo Sr. Marcelo Guimarães): R$ 10 mil- Árido Movie/ RJ/ Ficção/ Direção: Lírio Ferreira

 

  1. Prêmio Especial do Júri: para os filmes Pro dia Nascer Feliz/RJ/Documentário/Direção: João Jardim e Wood & Stock: Sexo, Orégano e Rock N’Roll/RS/Animação/Direção: Otto Guerra.
  1. Prêmio Especial da Crítica: Árido Movie/RJ/Ficção/Direção: Lírio Ferreira
  1. Prêmio do Júri Popular: Orange de Itamaracá/PE/Documentário/Direção: Franklin Júnior e Márcio Câmara.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

2008 – CINE PE FESTIVAL DO AUDIOVISUAL

Premiações/Longas-Metragens:

Melhor Direção de Arte: 

 

  1. Mônica Palazzo (Nossa Vida não Cabe num Opala/Ficção/SP)

 

Melhor Trilha Sonora: 

 

  1. Maestro Amalfi e Mário Botolotto (Nossa Vida não Cabe num Opala/Ficção/SP)

 

Melhor Edição de Som: 

 

  1. Fernando Hanna e Simone Alves (Bodas de Papel/Ficção/SP)

 

Melhor Montagem: 

 

  1. Ligia Walper (Brizola Tempos de Luta/Doc./RS)

 

Melhor Ator Coadjuvante: 

 

  1. Eduardo Moraes (Simples Mortais/Ficção/DF)

 

Melhor Atriz Coadjuvante: 

 

  1. Cleide Yácones (Bodas de Papel/Ficção/SP)

 

Melhor Ator: 

 

  1. Chico Santana (Simples Mortais/Ficção/DF)

 

Melhor Atriz: 

 

  1. Maria Luiza Mendonça (Nossa Vida não Cabe num Opala/Ficção/SP)

 

Melhor Fotografia: 

 

  1. Roberto Santos Filho (O Retorno/Doc/SP)

 

Melhor Roteiro: 

 

  1. Di Moretti (Nossa Vida não Cabe num Opala/Ficção/SP)

 

Melhor Direção: 

 

  1. Rodofo Nanni (O Retorno/Doc/SP)

 

Melhor Longa-Metragem: 

 

  1. Nossa Vida não Cabe num Opala (Ficção/SP)

 

  Prêmio Especial do Júri Popular: Bodas de Papel-Ficção/SP. Direção: André Sturm

  Troféu Gilberto Freyre: Guia Prático, Histórico e Sentimental da Cidade do Recife-Doc/PE (Direção: Leo Falcão)

Premiações/Curtas-Metragens em 35mm:

Melhor Direção de Arte: 

 

  1. Alonso Pafyeze (Os Filmes que não Fiz/MG/Ficção)

 

Melhor Trilha Sonora: 

 

  1. Cláudio Augusto Ferreira (Dossiê Rê Bordosa/SP/Animação)

 

Melhor Edição de Som: 

 

  1. Aurélio Dias e Leonardo Sette (Ocidente/PE/Doc)

 

Melhor Montagem: 

 

  1. Caroline Leone (Saliva/SP/Ficção)

 

Melhor Ator: 

 

  1. Jonathan Haagesen (Comprometendo a Atuação/MT/Ficção)

 

Melhor Atriz: 

 

  1. Helena Albergaria (Um Ramo/SP/Ficção)

 

Melhor Fotografia: 

 

  1. Lula Carvalho (Trópico das Cabras/SP/Ficção)

 

Melhor Roteiro: 

 

  1. Leando Maciel e César Cabral (Dossiê Rê Bordosa/SP/Animação)

 

Melhor Direção: 

 

  1. Esmir Filho (Saliva/SP/Ficção)

 

Melhor Filme: 

 

  1. Os Filmes que não Fiz (MG/Ficção/Direção de Gilberto Scarpa)

 

  Prêmio Especial do Júri Oficial: Até o Sol Raiá/PE/Animação. Direção de Fernando Jorge e Leandro /Amorim

  Prêmio Especial do Júri Popular: Dresznica/RJ/Doc./Direção de Ana Azevedo

Premiações/Curtas-Metragens em 35mm:

 

Melhor Montagem: 

 

  1. Érico Rassi (Um pra Um/SP)

 

Melhor Roteiro: 

 

  1. Everson Klein (Porcos não Olham para o Céu/RS)

 

Melhor Direção: 

 

  1. Daniel Marvel (Porcos não Olham para o Céu/RS)

 

Melhor Filme: 

 

  1. Amanda e Monick/PB (Direção de André da Costa Pinto)

 

  Prêmio Especial do Júri Oficial: O Guardador (PB)/Direção de Diego Benevides

  Prêmio Especial da Crítica: O Guardador (PB)/Direção de Diego Benevides

  Prêmio Especial do Júri Popular: Até Onde a Vista Alcança (PE)/Direção: Felipe Peres Calheiros

  Prêmio Aquisição Canal Brasil: O Guardador (PB)/Direção de Diego Benevides. R$ 10 mil.

  Prêmio Josué de Castro: Prêmio Especial para o longa doc O Retorno (SP)/Rodolfo Nanni e Prêmio de Melhor Doc. Social para o curta Câmera Viajante.

  Prêmio Associação Brasileira de Documentaristas (ABD)/Entidade: Troféu para Fundarpe

  Prêmio ABD- Melhor Curta Digital: Ismar/RJ/Direção de Gustavo Beck. Melhor Curta em 35mm: Dreznica/ RJ/Doc./Direção de Ana Azevedo

Premiação Mostra Pernambuco:

 

Longas-Metragens: 

 

Melhor Filme: 

 

  1. Amigos de Risco/PE/Ficção. Direção de Daniel Bandeira. Prêmio Assembléia de Pernambuco no valor de R$ 10 mil

 

Menções Honrosas do Sindicato dos Trabalhadores na Indústria Cinematográfica do Estado de São Paulo (Sindicine) para longas:

 

  1. Menção Honrosa pela Montagem: Gilson Martins/Que Baque é Esse?
  1. Menção Honrosa pela Fotografia: Pedro Sotero/Amigos de Risco

 

Curtas-Metragens: 

 

Melhor Filme: 

 

  1. Miró: preto, pobre, poeta e periférico (Direção de Wilson Freire)/Doc.
  1. Prêmio Assembléia de Pernambuco no valor de R$ 5 mil. O Triunfo (Direção de Geórgia Alves). Prêmio Assembléia de Pernambuco no valor de R$ 2 mil.

 

Menções Honrosas do Sindicine para curtas:

 

  1. Menção Honrosa pelo Roteiro: Paulo Leonardo Fialho/As Scismas do Destino/Animação
  1. Menção Honrosa pela Direção: Geórgia Alves/O Triunfo

 

 

 

 

 

 

 

2009 – CINE PE FESTIVAL DO AUDIOVISUAL

 

Mostra Pernambuco

 

 

Melhor Longa-Metragem: KFZ-1348

 

* Doc com direção de Gabriel Mascaro e Marcelo Pedroso.

 

 

Melhor Curta-Metragem (1º colocado): Tebei

 

* Doc dirigido por Gustavo Vilar, Hamilton Costa Filho, Paloma Granjeiro e Pedro Rampazzo.

 

 

Melhor Curta-Metragem (2º colocado): Ave Sangraia-Sons de Gaitas, Violões e Pés

 

* Doc com direção de Rayanaia Uchoa, Rebeca Venice e Thiago Barros

 

 

 

Mostra Competitiva de Curtas-Metragens em Digital

 

 

Melhor Curta-Metragem Digital: A Ilha (DF/Animação de Ale Camargo)

 

Melhor Diretor: Marão, pelo curta O Anão que Virou Gigante (RJ/Animação)

 

Melhor Roteiro: Maurício Rizzo, pelo curta Quintas Intenções (RJ/Ficção)

 

Melhor Montagem: Marc d’ Rossi, pelo curta Nello’s (SP/Doc)

 

Melhor Curta-Metragem/Júri Popular: Manual para se Defender de Alienígenas Zumbis e Ninjas (SP/Ficção/Direção de André Moraes)

 

Prêmio Especial do Júri: Um Artilheiro no meu Coração (PE/Doc de Diego Trajano, Lucas Fitipaldi e Mellyna Reis)

 

Prêmio Especial da Crítica/Imprensa: A Ilha

 

 

 

Mostra Competitiva de Curtas-Metragens em 35mm

 

 

Melhor Curta-Metragem: Superbarroco (PE/Ficção/Direção de Renata Pinheiro)

 

Melhor Diretor: Sérgio Luiz René Guerra (Os Sapatos de Aristeu/SP/Ficção)

 

Melhor Roteiro: Marcela Arantes (Eu e Crocodilos/SP/Ficção)

 

Melhor Atriz: Prêmio coletivo para as atrizes de “Os Sapatos de Aristeu”

Melhor Ator: Everaldo Pontes (pelo curta Superbarroco)

 

Melhor Direção de Arte: Diogo Balbino, Rita Carelli, Leonardo Lacca (pelo curta Muro/PE/Ficção/Direção de Tião)

 

Melhor Trilha Sonora: Bernardo Gebara (pelo curta Distração de Ivan/RJ/Ficção com direção de Cavi Borges e Gustavo Melo)

 

Melhor Edição de Som: Alessandro Laroca (pelo curta Blackout/RJ/Ficção com direção de Daniel Rezende)

 

Melhor Montagem: João Maria (pelo curta Muro/PE/Ficção/Direção de Tião)

 

Melhor Fotografia: Juliana Vasconcelos (pelo curta Os Sapatos de Aristeu)

 

Prêmio Especial do Júri: Cocais, a Cidade Reiventada (SP/Doc/Direção de Inês Cardoso)

 

Prêmio Especial da Crítica/Imprensa: Muro

 

Menção Honrosa do Júri: Para a trilha sonora do filme Nós Somos um Poema

 

Melhor Curta-Metragem/Júri Popular: Blackout (RJ/Ficção/Direção de Daniel Rezende)

 

Prêmio Centenário Josué de Castro-Menino Aranha (SP), com direção de Maiana Lacerda

 

Prêmio Zoom/TV Cultura-Superbarroco (PE), com direção de Renata Pinheiro

 

Associação Brasileira de Documentaristas (ABD-PE)-Muro (PE), com direção de Tião

 

Prêmio Aquisição Canal Brasil- Muro

 

 

Mostra Competitiva de Longas-Metragens

 

 

Melhor Longa-Metragem: Alô, Alô, Terezinha! (RJ/Doc/Direção de Nelson Hoineff)

 

Melhor Direção: Vinícius Reis (Praça Saens Peña/RJ/Ficção)

 

Melhor Roteiro: Ricardo Dias (Um Homem de Moral/SP/Doc/Direção de Ricardo Dias)

 

Melhor Ator: Chico Diaz (Praça Saens Peña)

 

Melhor Atriz: Maria Padilha (Praça Saens Peña)

 

Melhor Atriz Coadjuvante: Isabela Meireles ((Praça Saens Peña)

 

Melhor Ator Coadjuvante: Leonardo Miggiorim (Mistéryos/PR/Ficção)

 

Melhor Fotografia: Alziro Barbosa (Miytérios)

 

Melhor Trilha Sonora: André Moraes (Estranhos/BA/Ficção)

 

Melhor Edição de Som: Fernando Henna (Um Homem de Moral)Melhor Direção de Arte: Zenor Ribas (Mistéryos)

 

Melhor Montagem: Daniel Maia, Diana Gândra e Felipe Paes (Alô, Alô, Terezinha!)

 

Prêmio Especial do Júri: Um Homem de Moral

 

Prêmio Especial da Crítica/Imprensa: Praça Saens Peña

 

Melhor Filme/Júri Popular: Alô, Alô, Terezinha!

 

Troféu Gilberto Freyre: Alô, Alô, Terezinha!

 

 

 

 

 

 

 

2010 – CINE PE FESTIVAL DO AUDIOVISUAL

Longa Metragem

 

  • Melhor Filme: As Melhores Coisas do Mundo, de Laís Bodanzky.
  • Direção: Laís Bodanzky, por As Melhores Coisas do Mundo.
  • Ator: Francisco Miguez, por As Melhores Coisas do Mundo.
  • Atriz: Paloma Duarte, por Léo e Bia (de Oswaldo Montenegro).
  • Atriz Coadjuvante: Mariana Nunes, por O Homem Mau Dorme Bem (de Geraldo Moraes).
  • Ator Coadjuvante: Bruno Torres, por O Homem Mau Dorme Bem (de Geraldo Moraes).
  • Roteiro (prêmio dividido): Luiz Bolognesi, por As Melhores Coisas do Mundo (de Laís Bodanzky) E Wolney Atalla e Caio Cavechini por Seqüestro (de Wolney Atalla).
  • Fotografia: Mauro Pinheiro Jr., por As Melhores Coisas do Mundo (de Lais Bodanzky).
  • Montagem: Marcelo Moraes e Marcelo Bala, por Seqüestro (de Wolney Atalla).
  • Trilha Sonora: Oswaldo Montenegro, por Léo e Bia (de Oswaldo Montenegro).
  • Direção de Arte: Cássio Amarante, por As Melhores Coisas do Mundo.
  • Edição de Som: Alessandro Laroca, por As Melhores Coisas do Mundo.
  • Prêmio Especial do Júri: Rogério Fróes, por Não Se Pode Viver Sem Amor (de Jorge Durán)
  • Melhor Filme/Júri Popular: O Homem Mau Dorme Bem
  • Prêmio da Crítica: As Melhores Coisas do Mundo

 

Curta Metragem em 35 MM

 

  • Melhor Curta-Metragem: Bailão, de Marcelo Caetano.
  • Diretor: Kleber Mendonça Filho, por Recife Frio.
  • Atriz: Zezita Matos, por Azul (de Eric Laurance)
  • Ator: Ricardo Lilja, por Amigos Bizarros do Ricardinho (de Augusto Canani)
  • Roteiro: Kleber Mendonça Filho, por Recife Frio.
  • Fotografia (prêmio dividido): Ivo Lopes Araújo, por A Montanha Mágica (de Petrus Cariry) E André Lavenère, por A Noite por Testemunha (de Bruno Torres).
  • Direção de Arte: Juliano Dornelles, por Recife Frio.
  • Melhor Montagem: Lucas Gonzaga, por Amigos Bizarros do Ricardinho (de Augusto Canani).
  • Trilha Sonora: Revertere AD Locum Tuum (de Armando Mendz)
  • Edição de Som: Vinícius Leal e Jessé Marmo, por Geral (de Anna Azevedo).
  • Melhor Curta-Metragem/Júri Popular: A Noite Por Testemunha, de Bruno Torres
  • Prêmio Especial do Júri: Circuito Interno, de Júlio Martí.
  • Menção Honrosa do Júri: ZÉ (S), de Piu Gomes.
  • Prêmio da Crítica: Geral, de Anna Azevedo.
  • Prêmio Aquisição Canal Brasil: Faço de Mim o Que Quero, de Sergio Oliveira e Petrônio Lorena.

 

Curta Metragem Digital

 

  • Melhor Curta-Metragem Digital: Áurea (de Zeca Ferreira).
  • Diretor: Allan Ribeiro, por Ensaio de Cinema.
  • Roteiro: Maria Camargo, por Se Meu Pai Fosse de Pedra.
  • Montagem: Luelane Corrêa, por Áurea (de Zeca Ferreira).
  • Melhor Curta-Metragem/Júri Popular: Tanto, de Nataly Callai
  • Prêmio Especial do Júri: À Fotografia de Áurea (de Zeca Ferreira).
  • Prêmio da Crítica: Áurea, de Zeca Ferreira
  • Menção Honrosa: Sweet Karolynne, de Ana Bárbara Ramos (PB).

 

Mostra Permanbuco

 

  • Melhor Longa-Metragem: Porta a Porta, de Marcelo Brennand
  • Melhor Curta-Metragem (1º colocado): Tereza – Cor Na Primeira Pessoa (Amaro Filho e Marcilio Brandão
  • Curta-Metragem (2º colocado): Tchau e Bênção, de Daniel Bandeira

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

2011 – CINE PE FESTIVAL DO AUDIOVISUAL

Mostra Pernambuco de Curtas Digitais

– Melhor Direção de Curta Metragem: Leo Falcão. Curta: Palavra Plástica
– Melhor Filme Curta Metragem: 1:21. Direção: Adriana Câmara
– Prêmio Centro Josué de Castro: Carreto (BA)
– Prêmio da ABD (Associação Brasileira de Documentaristas)/APECE
– Melhor Curta Digital: As Aventuras de Paulo Brucky (PE) e A Casa da Vó Neyde (SP)
– Melhor Curta em 35mm: Acercadacana (PE)
– Troféu Genivaldo di Pace: para o produtor Germano Coelho Filho (in memorian)
– Prêmio Federação Pernambucana de Cineclubes: Mens Sana in Corpore Sano

Mostra Competitiva de Curtas Metragens Digitais e 35mm

Menções Honrosas

Mostra Competitiva de Curtas Metragens Digitais

– 1ª menção honrosa para o curta Vou Estraçaiá (PE), com direção de Thiago Leitão, pela habilidade com que apresenta ao público o personagem central.

– 2ª menção honrosa para o curta Ovos de Dinossauro na Sala de Estar (PR), com direção de Rafael Urban e Henrique Ribeiro, pela originalidade na concepção do filme

– Melhor Montagem: Rodrigo John (Céu, Inferno e Outras Partes do Corpo-RS)
– Melhor Roteiro: Samir Machado (Traz Outro Amigo Também-RS)
– Melhor Diretor: Alison Zago (Flash-SP)
– Prêmio do Júri Popular: Vou Estraçaiá (PE)
– Prêmio da Crítica: Ovos de Dinossauro na Sala de Estar (PR), com direção de Rafael Urban e Henrique Ribeiro
– Prêmio Especial do Júri Oficial: A Casa da Vó Neyde (SP), com direção de Caio Cavenchini
– Melhor Filme: Flash (SP)

Mostra Competitiva de Curtas Metragens 35mm

– Melhor Edição de Som: Fernando Henna (Fábula das Três Avós-SP)
– Melhor Trilha Sonora: Dado Villa-Lobo (Braxília-DF)
– Melhor Direção de Arte: Daniel Bruson (Tempestade-SP)
– Melhor Montagem: Marcius Barbieri (Braxília-DF)
– Melhor Ator: Henrique Ponzi (Café Aurora-PE)
– Melhor Atriz: Haydil Linhares (Náufragos-SP)
– Melhor Fotografia: Alziro Barbosa (Tempestade-SP)
– Melhor Roteiro: Daniel Turini (Fábula das Três Avós-SP)
– Melhor Diretor: Daniel Turini (Fábula das Três Avós-SP)
– Prêmio do Júri Popular: Braxília (DF)
– Prêmio da Crítica: Calma Monga, Calma! (PE), com direção de Petrônio de Lorena
– Prêmio Especial do Júri Oficial: Janela Molhada (PE), com direção de Marcos Enrique Lopes
– Melhor Filme: Tempestade (SP), com direção de Cesar Cabral
– Melhor de Aquisição do Canal Brasil, no valor de R$ 15 mil: Mens Sana in Corpore Sano (PE)

Mostra Competitiva de Longas Metragens:
– Melhor Trilha Sonora: Arrigo Barnabé (Família Vende Tudo-SP)
– Melhor Direção de Arte: Alain Fresnot e Fábio Goldfard (Família Vende Tudo-SP)
– Melhor Montagem: Marcio Hashimoto (Estamos Juntos-SP)
– Melhor Ator Coadjuvante: Robson Nunes (Família Vende Tudo-SP)
– Melhor Atriz Coadjuvante: Ana Miranda (Vamos Fazer um Brinde-RJ)
– Melhor Ator: Caco Ciocler (Família Vende Tudo-SP)
– Melhor Atriz: Leandra Leal (Estamos Juntos-SP) e Marisol Ribeiro (Família Vende Tudo-SP)
– Melhor Fotografia: Lula Carvalho (Estamos Juntos-SP)
– Melhor Roteiro: Hilton Lacerda (Estamos Juntos-SP)
– Melhor Direção: Toni Venturi (Estamos Juntos-SP)
– Prêmio do Júri Popular: JMB, o Famigerado (PE)
– Prêmio da Crítica: Estamos Juntos (SP)
– Prêmio Especial do Júri Oficial: JMB, o Famigerado (PE)
– Troféu Gilberto Freyre: Vamos Fazer um Brinde (RJ)
– Melhor Filme: Estamos Juntos (SP)
 

 

 

2012 – CINE PE FESTIVAL DO AUDIOVISUAL

 

Mostra Competitiva – Curta Metragem

 

Melhor Filme Curta Metragem: Até a Vista (Direção: Jorge Furtado).

Melhor Diretor: Thais Fujinaga (Filme L)

Melhor Roteiro: Jorge Furtado

Melhor Fotografia: André Luiz de Luiz (Filme: L)

Melhor Montagem: Bruno Bini (Filme: Depois da Queda)

Melhor Edição de Som: Pablo Lamar (Filme: Dia Estrelado)

Melhor Trilha Sonora: Everton Rodrigues (Filme: Até a Vista)

Melhor Diretor de Arte: Amanda Ferreira (Filme: L)

Melhor Ator: Felipe de Paula (Filme: Até a Vista)

Melhor Atriz: Sofia Ferreira (Filme: L)

Prêmio Especial: A Fábrica (Direção: Aly Muritiba)

 

 

Mostra Competitiva – Longa Metragem

 

Melhor Filme Longa Metragem: A Beira do Caminho (Direção: Breno Silveira)

Melhor Diretor: Flávio Frederico (Filme: Boca)

Melhor Roteiro: Patrícia Andrade (Filme: A Beira do Caminho)

Melhor Fotografia: Lula Carvalho (Filme: Paraísos Artificiais)

Melhor Edição de Som: Alessandro Laroca, Eduardo Virmond Lima, Armando Torres Jr. (Filme: Paraísos Artificiais)

Melhor Montagem: Quito Ribeiro (Filme: Paraísos Artificiais)

Melhor Trilha Sonora: BiD (Filme: Boca)

Melhor Direção de Arte: Alberto Grimaldi (Filme: Boca)

Melhor Ator Coadjuvante: Vinícius Nascimento (Filme: A Beira do Caminho)

Melhor Atriz Coadjuvante: Divina Brandão (Filme: Paraísos Artificiais)

Melhor Ator: João Miguel (Filme: A Beira do Caminho)

Melhor Atriz: Hermila Guedes (Filme: Boca)

Prêmio Especial: Ao compositor e músico Jorge Mautner

Prêmio Gilberto Freyre: A Beira do Caminho (Direção: Breno Silveira)

 

 

Mostra Pernambuco

 

Melhor Filme: Poeta Urbano (Direção Antônio Carrilho)

Menção Honrosa para Ator: Sérgio Menezes (Filme: Koster)

Menção Honrosa para Direção de Arte: Dantas Suassuna (Filme: Koster)

Menção Honrosa para Atriz: Sandra Possani (Filme: Canção para minha irmã)

 

Júri Popular

 

Melhor Filme Curta Metragem: Depois da Queda (Direção: Bruno Bini)

Melhor Filme Longa Metragem: A Beira do Caminho (Direção: Breno Silveira)

Premiações Cine PE 2013

Longas-Metragens

  • Melhor Filme: Vendo ou Alugo-RJ (Direção: Betse de Paula)
  • Melhor Diretor: Betse de Paula (Vendo ou Alugo-RJ)
  • Melhor Roteiro: Betse de Paula, Maria Lucia Dahl, Julia Abreu e Mariza Leão (Vendo ou Alugo-RJ)
  • Melhor Fotografia: Lauro Escorel (Giovanni Improtta-RJ)
  • Melhor Montagem: Marta Luz (Vendo ou Alugo-RJ)
  • Melhor Edição de Som: Catarina Apolonio (Rio Doce-CDU-PE)
  • Melhor Trilha Sonora: Bandeira Oito, Nelson Jacobina e Jorge Mautner (Vendo ou Alugo-RJ)
  • Melhor Direção de Arte: Emily Pirmez (Vendo ou Alugo-RJ)
  • Melhor Ator Coadjuvante: Pedro Monteiro (Vendo ou Alugo-RJ)
  • Melhor Atriz Coadjuvante: Nathalia Timberg (Vendo ou Alugo-RJ)
  • Melhor Ator: João Miguel (Bonitinha, mas Ordinária-RJ)
  • Melhor Atriz: Marieta Severo (Vendo ou Alugo-RJ)
  • Menção Honrosa: Beto Martins, pela Direção de Fotografia em Rio Doce-CDU (PE). *Pelo olhar e pela sensibilidade fotográficos.
  • Prêmio Especial: ‘Às Tartarugas’, personagens do filme  Vendo ou Alugo-RJ (Direção: Betse de Paula)
  • Prêmio Especial da Crítica/Abracine: Vendo ou Alugo-RJ (Direção: Betse de Paula)
  • Prêmio do Júri Popular: Vendo ou Alugo-RJ (Direção: Betse de Paula)
  • Prêmio BNB de Cinema: Vendo ou Alugo, comédia carioca dirigida por Betse de Paula. Ganhou R$ 10 mil como prêmio do BNB de Cinema

Curtas-Metragens

  • Melhor Filme: Linear-SP (Diretor: Amir Admoni)
  • Melhor Diretor:  André Dib (O Fim do Filme-SP)
  • Melhor Roteiro: José Roberto Torero (Íris-SP)
  • Melhor Fotografia: Cauê Laratta (A Galinha que Burlou o Sistema-SP)
  • Melhor Montagem: Alison Zago (A Galinha que Burlou o Sistema-SP)
  • Melhor Edição de Som: Nick Graham-Smith (Linear-SP)
  • Melhor Trilha Sonora: Sergio Kafejian (Aluga-se-SP)
  • Melhor Direção de Arte: Natalia Vaz (A Guerra dos Gibis-SP)
  • Melhor Ator: Gabriel Bodstein (O Fim do Filme-SP)
  • Melhor Atriz:  Gabriela Cerqueira (O Fim do Filme-SP)
  • Menção honrosa: Sagatio, Histórias de Cinema (PE)-Direção: Amaro Filho.* Pela homenagem a um técnico que dedicou sua vida ao cinema
  • Prêmio Especial da Crítica/Abracine: Íris (SP). Diretor: Kiko Molica
  • Prêmio do Júri Popular: O Fim do Filme (SP). Diretor: André Dib
  • Prêmio Canal Brasil: O Fim do Filme-SP. Diretor: André Dib. * R$ 15.000,00 mil para aquisição de um curta-metragem, a ser exibido na programação do Canal Brasil e também no site do Canal, por 1 ano. Segundo crítica especializada formada por jornalistas.
  • Prêmio BNB de Cinema: Linear, ficção de São Paulo, com direção de Amir Admoni. Ganhou R$ 5 mil como prêmio do BNB de Cinema

Mostra Pernambuco

  • Melhor Filme: Entre Lua, a Casa é sua. Direção: Marcos Carvalho e Edineia Campos.*Pelo trabalho cinematográfico gráfico que alia cenografia, figurino e música. Para compor um universo lúdico e uma homenagem poética.
  • Menção honrosa: Os Silenciados não Mudam o Mundo. Direção: Alexandre Alencar. *Pela consistência temática e pelo bom uso dos recursos do documentário, propondo com clareza uma reflexão da importância da conscientização da educação na formação humana, para pais e educadores.

Premiações extra-oficiais:

  • Prêmio ABD-PE/APECI: Os Silenciados não Mudam o Mundo. Direção: Alexandre Alencar
  • Prêmio Genivaldo di Pace: Centro Audiovisual Norte/Nordeste
  • Prêmio Josué de Castro: Os Silenciados não Mudam o Mundo. Direção: Alexandre Alencar-*Documentário social

 

 

Premiação – Cine PE 2014

 

Mostra Competitiva de Curta Metragem Pernambuco

– Melhor Filme: Au Revoir, com direção de Milena Times

– Melhor Direção: Milena Times (Au Revoir)

– Prêmio do Júri Popular: Severo, com direção de Danilo Baracho

– Prêmio Especial da Link Digital: Rabutaia, com direção de Brenda Lígia

 

Mostra Competitiva de Curta Metragem Nacional

– Melhor Filme: Tubarão (PE), com direção de Leo Tabosa

– Melhor Direção: Leo Tabosa (Tubarão)

– Melhor Roteiro: Felipe Arrojo Poroger  (O Filho Pródigo-SP)

– Melhor Atriz: Georgette Fadel (O Filho Pródigo-SP)

– Melhor Ator: Danilo Grangheia (O Filho Pródigo-SP)

– Melhor Fotografia: Alex Costa e Breno César (Tubarão-PE)

– Melhor Direção de Arte: Paulo Vinícius (Notícias da Rainha-PR)

– Melhor Edição de Som: Demian Garcia (Notícias da Rainha-PR)

– Melhor Montagem: Thiago Pelaes, Alexandre Nogueira e Fernando Segtowick (No Movimento da Fé-PA)

– Menção Honrosa: Ecce Homo (RJ), com direção de Clodoaldo Lino

– Prêmio da Crítica/Abracine: Tubarão (PE), com direção de Leo Tabosa

– Prêmio do Júri Popular: Ecce Homo (RJ), com direção de Clodoaldo Lino, e No Movimento da Fé (PA), com direção de Fernando Segtowick e Thiago Pelaes

– Prêmio Canal Brasil para o Melhor Curta: Linguagem (RJ), com direção de Luiz Rosemberg Filho

– Prêmio Especial da Link Digital: Linguagem (RJ), com direção de Luiz Rosemberg Filho

 

Mostra Competitiva de Longa Metragem Documentário Internacional

– Melhor Filme: O Mercado de Notícias (Brasil/RS), com direção de Jorge Furtado

– Melhor Direção: Joaquim Pinto (Portugal), pelo filme E Agora? Lembra-me

– Menção Honrosa: Corbiniano (Brasil/PE), com direção de Cezar Maia. Pelo resgate de um dos mais importantes artistas do cenário cultural brasileiro.

– Prêmio do Júri Popular: O Mercado de Notícias (Brasil/RS), com direção de Jorge Furtado

 

Mostra Competitiva de Longa Metragem Ficção Internacional:

– Melhor Filme: Muitos Homens num Só (RJ-Brasil)
– Melhor Direção: Mini Kerti (Muitos Homens num Só/RJ-Brasil)
– Melhor Roteiro: Leandro Assis (Muitos Homens num Só/RJ-Brasil)
– Melhor Fotografia: Luis Abramo (Romance Policial/Brasil)
– Melhor Montagem: Mirco Garrone (Anni Felici/Itália)
– Melhor Edição de Som: Tomás Além (Muitos Homens num Só/RJ-Brasil)
– Melhor Trilha Sonora: Dado Vilalobos (Muitos Homens num Só/RJ-Brasil)
– Melhor Direção de Arte: Kiti Duarte ((Muitos Homens num Só/RJ-Brasil)
– Melhor Ator: Vladmir Brichta (Muitos Homens num Só/RJ-Brasil)
– Melhor Atriz: Alice Braga (Muitos Homens num Só/RJ-Brasil)
– Melhor Ator Coadjuvante: Alvaro Rudolphy (Romance Policial/Brasil) e Pedro Brício (Muitos Homens num Só/RJ-Brasil)
– Melhor Atriz Coadjuvante: Roxana Campos (Romance Policial/Brasil) e Pia Engleberth (Anni Felice/Itália)
– Prêmio Júri Popular: Muitos Homens num Só (RJ-Brasil), com direção de Mini Kerti
– Prêmio ABRACINE:  E Agora? Lembra-me (Portugal)

– Menção Honrosa: O Menino no Espelho (MG/Brasil), de Guilherme Fiúza Zenha, por ampliar a proposta de uma produção brasileira que destaca fatos da história nacional para um público infantil.

– Menção Honrosa: Para o elenco infantil dos filmes Anni Felici (Itália), de Daniele Lucheti, e O Menino no Espelho (MG/Brasil), de Guilherme Fiúza Zenha em especial para Lino Facioli.

– Menção Honrosa: Para o filme Mundo Deserto de Almas Negras, de Ruy Veridiano (SP/Brasil) pela inventividade e ousadia ao construir um filme que utiliza o espírito DJ na construção de sua narrativa.

 

 

Premiação – Cine PE 2015

 

MOSTRA COMPETITIVA DE LONGAS METRAGENS

Melhor Filme: Permanência (PE), de Leonardo Lacca

Direção: Pedro Costa, por Cavalo Dinheiro (Portugal)

Roteiro: Pedro Costa, por Cavalo Dinheiro (Portugal)

Fotografia: Pedro Costa e Leonardo Simões, por Cavalo Dinheiro (Portugal)

Montagem: Karen Akerman, por Aqui Deste Lugar (SP)

Edição de Som: Miram Biderman, ABC e Ricardo Reis, por O Vendedor de Passados (RJ)

Trilha Sonora: Petrônio e as Criaturas, por O Gigantesco Ímã (PE)

Direção de Arte: Juliano Dornelles, por Permanência (PE)

Ator Coadjuvante: Genésio de Barros, por Permanência (PE)

Atriz Coadjuvante: Laila Pas, por Permanência (PE)

Ator: Lázaro Ramos, por O Vendedor de Passados (RJ)

Atriz: Rita Carelli, por Permanência (PE)

Prêmio do júri popular: Mães do Pina (PE), de Leo Falcão

Prêmio da Crítica (júri da Abraccine): Cavalo Dinheiro, de Pedro Costa

Menção Honrosa da Abraccine: O Gigantesco Ímã (PE)

 

MOSTRA COMPETITIVA DE CURTAS-METRAGENS NACIONAIS

Melhor Filme: Até a China (RJ), de Marão

Direção: Cíntia Domit Bittar, por O Segredo da Família Urso (SC/SP)

Roteiro: Marão, por Até a China

Atriz: Liz Comerlatto, por O Segredo da Família Urso

Ator: Vinicius Tardio, por Vestibular (SP)

Fotografia: Kaue Zilli e Pepe Mendes, por Vestibular

Direção de Arte: Dicezar Leandro, por O Segredo da Família Urso

Edição de Som: Gustavo de Souza, por O Segredo da Família Urso

Trilha Sonora: Eduardo Braga, por Bajado (PE)

Montagem: Cao Guimarães, por Palace Hotel (MG)

Prêmio do Júri Popular: Até a China, de Marão

Prêmio da Crítica (júri da Abraccine): Xirê, de Marcelo Pinheiro (PE)

Prêmio Canal Brasil para o Melhor Curta: Bajado, de Marcelo Pinheiro (PE)

 

MOSTRA COMPETITIVA DE CURTAS-METRAGENS PERNAMBUCANOS

Melhor Filme: Salu e o Cavalo Marinho, de Cecília da Fonte

Direção: Lírio Ferreira, por O Poeta Americano

Prêmio do Júri Popular para o Melhor Filme: Salu e o Cavalo Marinho

Menção honrosa do júri da Abraccine (Associação Brasileira de Críticos de Cinema): O Poeta Americano, de Lírio Ferreira.

Troféu Cineclubista – Prêmio da Federação Pernambucana de Cineclubes (Fepec):

Melhor Filme Para Reflexão – Bajado, de Marcelo Pinheiro

 

Menções Honrosas – Vestibular, de Toti Loureiro e Ruy Prado, História natural, de Júlio Cavani  e Salu e o cavalo marinho, de Cecília da Fonte

 

 

 

Premiação – Cine PE 2016

 

MOSTRA COMPETITIVA DE LONGAS METRAGENS

Melhor Filme: Danado de Bom (PE), de Deby Brennand

Direção: Rodrigo Gava, por As Aventuras do Pequeno Colombo (RJ)

Roteiro: Caio Sóh, por Por trás do Céu (SP)

Fotografia: Jane Malaquias, Pablo Nóbrega, Pedro Von Krúger, por Danado de Bom (PE)

Montagem: Jordana Berg, por Danado de Bom (PE)

Edição de Som: Ernesto Sena, Antônio de Pádua, por Danado de Bom (PE)

 Trilha Sonora: Ary Sperling, por As Aventuras do Pequeno Colombo (RJ)

 Direção de Arte: Ana Isaura, Zeno Zanardi e Kennedy Mariano, por Por trás do Céu (SP)

Ator Coadjuvante: Renato Góes, por Por trás do Céu (SP)

Atriz Coadjuvante: Paula Burlamaqui, por Por trás do Céu (SP)

Ator: Felipe Kannenberg, por Leste Oeste (PR)

 Atriz: Simone Iliescu, por Leste Oeste (PR)

Prêmio do júri popular: Por trás do Céu (SP), de Caio Sóh

Prêmio Especial do Júri: para o cineasta Luiz Rosemberg Filho, pelo conjunto de sua obra e contribuição ao cinema brasileiro

Prêmio da Crítica (júri da Abraccine): Guerra do Paraguay (RJ), de Luiz Rosemberg Filho

 

MOSTRA COMPETITIVA DE CURTAS-METRAGENS NACIONAIS

Melhor Filme: Redemunho (PB), de Marcélia Cartaxo

Direção: Marcello Sampaio, por O Coelho (RJ)

Roteiro: Marcélia Cartaxo e Virginia de Oliveira, por Redemunho (PB)

Atriz: Ingrid Cairo, por O Coelho (RJ)

 Ator: Daniel Porpino, por Redemunho (PB)

Fotografia: Marcello Sampaio, por O Coelho (RJ)

Direção de Arte: Hemerson, por This is not a song of hope (PE)

Edição de Som: Alexandre Barcelos e Felipe Mattar, por  Das águas que passam (ES)

Trilha Sonora: Lívio Tragtemberg, Naná Vasconcellos e Villa Lobos, por Gramatyka (DF)

Montagem: Guto BR, por O ùltimo Engolervilha II (RJ)

Prêmio do Júri Popular: O Coelho (RJ), de Marcello Sampaio

Prêmio da Crítica (júri da Abraccine): Paulo Bruscky, de Walter Carvalho (PE)

 Prêmio Canal Brasil para o Melhor Curta: Redemunho, de Marcélia Cartaxo (PB)

 

MOSTRA COMPETITIVA DE CURTAS-METRAGENS PERNAMBUCANOS

Melhor Filme: Maria, de Carol Correia

Direção: Tauana Uchôa, por Não tem só Mandacaru

Prêmio do Júri Popular para o Melhor Filme: Diva, por Luiz Rodrigues Jr.

Apoio Institucional

Apoio Cultural

Promoção

Realização